Ceratocone

Doença ocular é principal responsável pelas cirurgias de transplantes de córnea em pacientes jovens.


Por Dr. Pedro Gantois

Oftalmologista, especialista em ceratocone l CREMEB 7052


Ceratocone é uma doença ocular, não inflamatória, que afeta o formato e a espessura da córnea, tornando-a mais curva (pontuda) e mais fina, podendo provocar uma visão distorcida, diplopia (dupla visão), halos em torno das luzes, fotofobia e coceira intensa nos olhos.

À esquerda, olho normal. À direita, olho com ceratocone. Foto: Reprodução


É uma doença que acomete crianças, adolescentes e adultos jovens preferencialmente e, quanto mais cedo se manifesta, mais agressiva ela tende a ser, ocasionando frequentes mudanças no grau dos óculos, sendo esse sinal, juntamente com o intenso prurido ocular, o que leva o oftalmologista a desconfiar da presença da doença.


Havendo a desconfiança, o paciente deve realizar exames que confirmem a suspeita diagnóstica. Os exames são a topografia e paquimetria da córnea, que determinam a curvatura e espessura corneanas. São exames realizados por vários aparelhos e entre eles o Pentacam®, considerado um dos mais preciosos para o diagnóstico e controle desta e de outras patologias da córnea.


Tratamento

O ceratocone tem tratamento. Este visa impedir a evolução da doença,com a melhor qualidade de visão possível. Óculos e lentes de contato especiais são as opções de tratamento clínico do ceratocone, sendo possível que um percentual grande de pacientes se beneficiem deles, por muito tempo (às vezes, para sempre).


Os tratamentos cirúrgicos são opções para casos mais agressivos, que estejam evoluindo. São os implantes de anel intracorneano, que servem para aplanar a córnea e a realização do Cross Link de córnea que aumenta a sua resistência mecânica. Ambos os procedimentos tem como objetivo impedir a evolução do ceratocone, com um índice de sucesso excelente, podendo ser realizados separadamente ou conjuntamente, a depender do caso.


Quando os tratamentos acima mencionados não conseguem deter a evolução dessa patologia satisfatoriamente, ou quando o quadro já está muito avançado, o transplante de córnea é a opção e apresenta também um alto índice de bons resultados no controle do ceratocone.


Para manter seus olhos saudáveis, procure sempre um médico oftalmologista.

6 visualizações
maisaude
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

© Mais Arte Publicidade 2020